ZPE Ceará apresenta resultados e realizações na economia do Ceará, em reunião na SDE

28 de junho de 2024 - 18:00 |

Nesta sexta-feira (28), o secretário do Desenvolvimento Econômico, Salmito Filho, reuniu os servidores e instituições parceiras para fazer um balanço dos resultados e realizações da pasta, além de celebrar o trabalho desenvolvido por todos os que fazem parte do Sistema SDE. Na ocasião, o Secretário apresentou as principais entregas do período de janeiro de 2023 a maio de 2024, agradeceu o apoio de todos e os parabenizou pelo crescimento da economia do Ceará.

Estiveram presentes no evento André Magalhães, diretor-executivo comercial do Complexo do Pecém, representando o presidente Hugo Figueirêdo; Fábio Feijó, presidente da ZPE Ceará; Amílcar Silveira, presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (Faec); Silvio Carlos, secretário-executivo do Agronegócio; Elmo Aguiar, presidente da Agência de Defesa Agropecuária do Ceará (Adagri); Luís Eduardo Fontenele, diretor de Fomento, representando a Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece); Francisco Barroso, presidente do IPEM; Eduardo Jereissati, presidente da Junta Comercial do Estado do Ceará (Jucec); e Joaquim Rolim, especialista em energia no Nordeste no Instituto Clima e Sociedade e ex-secretário executivo da Indústria da SDE.

Crescimento do PIB

A primeira notícia boa destacada por Salmito Filho foi sobre o Produto Interno Bruto (PIB) do Ceará, que registrou crescimento de 5,26% no primeiro trimestre de 2024 em comparação ao mesmo período de 2023. O resultado cearense é mais que o dobro do registrado no Brasil, de 2,5%, na mesma comparação. Os números foram divulgados esta semana pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece).

“O PIB do Ceará cresceu mais do que o dobro do PIB do Brasil no primeiro trimestre de 2024”, comemorou Salmito, agradecendo a todos os colaboradores da pasta e das vinculadas Jucec, Adagri Adece, Ipem, CIPP e ZPE e às federações parceiras: Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), Faec e Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Ceará (Fecomércio-Ce).

“Atingimos, no primeiro semestre de 2024, o maior crescimento para o mesmo período dos últimos treze anos. No primeiro trimestre, nossa receita aumentou consideravelmente e manteve-se forte no segundo trimestre. Crescemos 5,26%, enquanto o Brasil cresceu 2,5%. Esse é um crescimento muito significativo, especialmente para o Ceará, que precisa crescer mais do que o Brasil para reduzir desigualdades”, comemorou o Secretário.

Mais dados positivos

Ainda na apresentação, Salmito Filho informou que, entre janeiro de 2023 e maio de 2024, o Ceará apresentou um saldo positivo de 76.848 empregos formais. “Esse número reflete o trabalho das empresas, a ousadia dos empreendedores e o esforço do governo do estado. Nenhum de nós consegue grandes feitos sozinho, são as parcerias que tornam esses resultados possíveis”, lembrou Salmito.

Outros dados importantes apresentados na ocasião mostram que, no primeiro trimestre, a agropecuária no Brasil decresceu 3% enquanto no Ceará cresceu 2,07%. “Uma diferença extraordinária. Parabéns aos nossos agropecuaristas e produtores rurais que estão fazendo um grande trabalho, inovando com suas equipes e parcerias. Honramos as parcerias do presidente da FAEC, Amílcar Silveira; do presidente da FIEC, Ricardo Cavalcante; e do presidente da Federação do Comércio do Ceará (Fecomércio), Luiz Gastão.”

Ainda na apresentação, o secretário informou: “Tivemos um crescimento de 3,87% no setor de serviços, acima do crescimento nacional de 3%. Na indústria, crescemos 12,83%, um número extraordinário comparado aos 2,8% do Brasil. Esses números destacam a importância de estimular os empregos e continuar no ritmo de trabalho”.

Salmito apresentou o número de empresas abertas no Ceará durante o período de janeiro de 2023 a maio de 2024, que foi de 151.017; os 163 protocolos de intenção aprovados via Fundo de Desenvolvimento Industrial (FDI) (fonte ADECE); o saldo positivo de empregos, um total de 76.848 (fonte Caged/MTE) no periodo de janeiro de 2023 a maio de 2024; o salário médio dos cearenses no primeiro trimestre, de R$ 2.089 (fonte IBGE/PNADT); e o índice de atividade econômica, que foi de 4,4% no primeiro trimestre de 2024 (fonte IBCR-NE/BACEM).

“Este é um momento para agradecer a todos vocês que preparam e constroem esses números. Vocês sabem melhor do que eu sobre o trabalho e a dedicação necessários para alcançar esses resultados. Muito obrigado a todos”, celebrou Salmito.

Durante o evento, Amílcar Silveira revelou que , no início da gestão, ao ver o planejamento estratégico sendo elaborado, teve a certeza de que o Ceará alcançaria grandes resultados no setor do agronegócio cearense.

“Precisamos continuar crescendo, superando a indústria e nos tornando mais competitivos para ajudar o Ceará. Como produtor rural e representante da Federação da Agricultura, quero agradecer as palavras do secretário, que tanto nos ajuda. Daqui para frente, nosso projeto é avançar ainda mais. Quero dizer a você, Salmito, que conte com os produtores e com a Federação da Agricultura. Juntos, vamos transformar o Ceará”, destacou.

FALE CONOSCO

Preencha o formulário abaixo,
será um prazer responder!

    ONDE ESTAMOS

    Rodovia CE- 155, Km 11.5, s/n - Esplanada do Pecém, São Gonçalo do Amarante - CE, 62674-000



    Administração – Segunda a sexta, de 8h às 16h30
    Operação – 24h por 7 dias da semana



    Thiago Soares Guimarães
    dpo@zpeceara.com.br